Pular para o conteúdo principal
A prática do nordic walking, ou caminhada nórdica, invadiu a Alemanha.
Fazer longas caminhadas com o apoio de dois bastões similares ao do esqui é a mais nova mania entre os alemães.
Encontrar uma pessoa caminhando rápido com o apoio de dois bastões pode, à primeira vista, parecer bastante estranho. Muitos não escondem o riso e acham a cena “coisa de louco”. Na Alemanha, a prática da caminhada nórdica, originalmente nordic walking, é o esporte do momento e conta com um número cada vez maior de adeptos.
Eles caminham a passos rápidos pelas montanhas, florestas e até na beira dos rios, unindo o esporte à agradável apreciação da natureza. Proveniente da Finlândia, este tipo de caminhada teve origem nos esportes de inverno escandinavos. Já que o esqui não pode ser praticado sem a presença de neve suficiente no solo, os alpinistas inventaram a caminhada com os bastões para os meses mais quentes do ano.
A caminhada nórdica é feita com um ritmo acelerado, sem chegar a ser uma corrida. Os braços são apoiados nos bastões que, por sua vez, ficam presos no pulso com uma cordinha para evitar que escorreguem. Na Alemanha, o esporte começou a ser praticado primeiramente no sul, nas regiões montanhosas. Lá já existem inclusive pistas e rotas específicas para este tipo de caminhada. Os adeptos andam geralmente em grupos, mas há os que preferem curtir o trajeto sozinhos.
Simples e eficiente
Um dos segredos do sucesso deste esporte na Alemanha, que já invadiu todos os Estados do país, talvez seja sua praticidade. Não exige muita concentração, nem um esforço sobre-humano. Mesmo com um ritmo menos intenso de caminhada, a queima de gordura acontece, uma vez que 90% da musculatura é estimulada. Em outras palavras, excelente para quem deseja emagrecer.
A dica para os principiantes é começar a andar com os bastões em terreno plano. Os bastões, aliás, devem ser bem escolhidos e adequados à altura de cada um. Durante a fase de aquecimento, as mãos devem segurar os bastões com firmeza. Depois, eles devem ficar soltos nos pulsos e apenas pegos individualmente, a cada passo.
O bastão que faz a diferença
Caminhar com ou sem bastões, acredite, faz diferença. Eles ajudam a melhorar a postura, amenizam o impacto sobre as articulações das pernas, joelhos e calcanhares. Além de exercitar os membros inferiores, induzem à utilização dos membros superiores e a musculatura do tórax.
Os especialistas costumam recomendar este tipo de caminhada para quem deseja praticar esporte, mas tem problemas nas articulações dos joelhos, quadris e coluna vertebral, já que propicia um alívio de até 30%na carga sobre o aparelho locomotor.
Agora é moda
Não é à toa que a caminhada nórdica virou moda na Alemanha. Estima-se que seis milhões de pessoas já aderiram ao esporte no país. O curioso é que a maioria é do sexo feminino. “As mulheres são mais determinadas”, tentou explicar o treinador Bernd Schäufle, autor de um livro detalhado sobre o nordic walking.
O instituto alemão para o walking classifica os diversos tipos de caminhada nórdica. Em comum, têm o passo rápido e a postura dos braços ao longo da coluna. A partir dos 130 passos por minuto, onordic walking passa a se chamar power walking, uma modalidade só recomendada para os mais experientes.
O wogging walking acrescenta pesos nos pulsos e nos calcanhares. Já o nordic jogging é praticado com corrida, enquanto o hill walking se limita à escaladas. E tem mais: o aqua walking, a mais suave das variantes. Como é praticada dentro da água, o impacto nas articulações é mínimo sem deixar de exercitar a musculatura.
A modalidade mais popular continua sendo a básica, que qualquer um pode praticar, independente da faixa etária. E, se depender dos alemães, a caminhada nórdica conquistará definitivamente um espaço entre os esportes mais praticados no país.

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Caminhada Nórdica (Nordic Walking) ?

O que é Caminhada Nórdica? A Caminhada Nórdica é uma forma de caminhada que inclui não apenas a ação das pernas como na caminhada normal, mas também a parte superior do corpo. Trata-se de caminhar com dois bastões. É um novo movimento que favorece todo o corpo . É agradável e muito eficaz e age de maneira suave mas eficiente, melhorando a força muscular, o sistema cardiovascular, a coordenação e a mobilidade.                                                                         A Técnica A Caminhada Nórdica não se limita ao simples "andar com bastões".  Cientistas e pesquisadores em biomecânica e fisiologia do esporte estudaram e aperfeiçoaram a técnica, que permite que até 90% dos músculos sejam ativados e obtenha muitos benefícios. Importante é aprender a técnica correta com instrutores certificados. Qual a origem da Caminhada Nórdica? História e situação atual A Caminhada Nórdica é hoje uma das atividades físicas recreativas de crescimento mais rápido

Você sabia que Caminhada Nórdica auxilia no tratamento da dor ?

✅ Luciane Duarte Rosa , educadora física e instrutora da FENWA (Federação Espanhola de Nordic Walking), sendo entrevistada pelo Dr.Renato Bender , anestesista  pós-graduado no Serviço de Tratamento da Dor e Cuidados Paliativos , Acupuntura Médica, Medicina do Esporte, Medicina Intervencionista da Dor e Medicina Regenerativa e h oje dedicando integralmente à  Medicina da Dor .  #caminhadanordica #nordicwalking #marchanordica #saude #medicinadador #qualidadedevida #caminhada 

História da Caminhada Nórdica

História da Caminhada Nórdica A atividade originada na Escandinávia, especificamente da Finlândia, onde os esquiadores de cross-country começaram nos anos 30 do século passado, eles também começaram a treinar no verão, na ausência de neve. Nos anos 80,  Tom Rutlin  introduziu o Pole Walking nos EUA, introduzindo o uso de bastões semelhantes aos do esqui alpino. No entanto, o  Nordic Walking,  como o conhecemos hoje, foi introduzido pela primeira vez na Finlândia pela marca de equipamentos esportivos Exel em 1997. Um ano antes, em 1996, um graduado em ciências da atividade física,  Marko Kantaneva , comunicou os resultados de seus estudos e testes com bastões à empresa Exel. Juntos, eles aperfeiçoaram um conceito de movimento que recebeu o nome finlandês de "Sauvakäveli", "andando com bastões". Em 1997, sua apresentação foi introduzida na Finlândia como uma forma de treinamento autônomo, recebendo então o nome de "Caminhada Nórdica" (Nordic Walking)